segunda-feira, 1 de novembro de 2010


Viver hoje em dia é um dom. Alguns apenas existem...

A dois tipos de pessoas no mundo aquelas que vivem a vida e as que só aceitam ela.
As que vivem são como anjos que colocaram na terra, elas arriscam e tentam claro elas erram de mais e choram também, mas o que mais vale é o fato de viver. Compare uma pessoa assim com um escritor, ele é uma pessoa que nasceu pra transmitir conhecimento alegria e felicidade, imagine o mundo sem livros, você já parou pra pensar nisso? Imagine que nosso mundo fosse primata e fosse cada um por si e Deus por todos, o que seria de nós?. Não compare um “vivente” com um louco, àqueles que vivem por ai dançando e bebendo, esses são os “existentes” eles não tem propósitos só fica olhando a vida passar e ainda tem o cérebro de um primata. Outro exemplo de “vivente” e o cantor, por que por mais que seja duro de aceitar um talento assim, todos precisam de uma musica, quando sua vida parece uma droga as musicas vão te levantar. Aqueles que vivem usam seus dons pra o bem e para mostrar ao mundo como é importante viver, como é importante falar... Use suas palavras para o bem não pra ferir, pois até três coisas que nunca voltam atrás: A flexa atirada, A palavra dita e o ponteiro de um relógio.

Pessoas “existentes” são o típico ser que você encontra nos sábados a noite, eles andam em grupo (uma qualidade bem animal) e sempre tentam agredir e oprimir uma pessoa que brilhe. Um “existente” vive dizendo “Eu me amo”, mas ele sabe lá no fundo que não se ama essas pessoas são como ovelhas perdidas e vivem vagando por ai e fazendo maldade, isso pra buscar um pouco de atenção, eles nunca vão entender o prazer de ficar em casa no sábado à noite, pois sua vida já é a mesma rotina cansativa de festas no fim de semana... Penso que uma pessoa assim precisa de atenção e amor, pois sua vida é triste, ele acha que é feliz como eu achei que era, mas quando se “cai na real” e se vê que a verdadeira felicidade está em encontrar seu “eu” interior, em encontrar seu sonho e correr atrás dele. Hoje eu posso dizer que VIVO e me amo, me idolatro, não vivo sem min. Acho que minha vida é perfeita, acho que todos os dias são perfeitos. O mundo não vai parar pra você chorar ou ficar bravo. Então pense bem você é uma VIVENTE ou um EXISTENTE?

As pessoas de sucesso são sempre as pessoas que tiveram coragem de errar.
1

1 comentários:

Paula disse...

Bom, eu acho que eu sou vivente, mas ando existindo um pouco demais; no fato de nao fazer nada pra melhorar a minha vida; simplesmente ir levando.
Eu penso que eu nao falando mal nem fazendo mal a ninguem, seja uma coisa boa.
Mas preciso viajar mais, ter mais amigos, passear mais (do jeito saudavel sabe?)..
Ando vendo a vida passar e enquanto isso eu me acomodando.
Devemos ser viventes vivendo tudo de lindo que a vida nos oferece, sempre da melhor forma possivel! ;]
Sem grupinhos, sem exclusoes, sem inveja, sem modinha, admirando as coisas simples e boas da vida! nao fazendo mal a ninguem e desfrutando tudo de BOM que a vida nos oferece ;]

Beijos